quarta-feira, 15 de julho de 2009

Saneamento Básico

Nossos alunos estão preocupados com a poluição. Por isso, estudam muito sobre as causas e o que podem fazer para ajudar nosso planeta, como estudar sobre saneamento básico e produzir os textos que aqui estão. Confira!





POLUIÇÃO NA ITÁLIA

Era uma vez uma menina chamada Juliana, ela morava em Milão, na Itália, onde tinha muita poluição em 1977.
Certo dia o caminhão de lixo não passou na rua em que Juliana morava, então ela jogou todo o lixo no rio, assim, a Itália ficou muito mais poluída.
A poluição das fábricas, rios e automóveis era tanta que o prefeito suspendeu as aulas, ônibus, trabalhos e carros. O prefeito até viajou, porque tinha muita poluição.
Como naquela época não tinha saneamento básico, todo mundo fazia suas necessidades e ia para o rio, e é o rio era um dos mais afetados com isso.
As pessoas ficaram doentes e tinham que tomar remédios, água, etc... Algumas pessoas que não tinham dinheiro até morriam.
Juliana ficou tão triste por causa da poluição.
Juliana só pedia a Deus que tudo isso acabasse e se arrependia por ter contribuído com a poluição.

Gabriel Vinícius


O SANEAMENTO BÁSICO

Era uma vez uma cidade que não tinha saneamento básico. Ela não tinha nem um pouco de higiene, todo mundo era doente e os hospitais estavam cheios, os lixos eram jogavam nos rios, não colocavam filtros nas chaminés das fábricas, não tinham esgoto, era horrível.
Um dia, um médico chegou nessa cidade e percebeu o problema e resolveu ajudar. Ele falou com os moradores sobre isso e a poluição começou a diminuir, começou a ter coleta de lixo, água potável e rede de esgoto e no final essa cidade virou a mais limpa da Costa Oeste.
Benjamim

FALTA DE SANEAMENTO BÁSICO

Era uma vez, na cidade do Rio de Janeiro, uma menina chamada Carol. Ela estava desenhando e desenhando no entanto, a cada desenho que fazia, ela sempre falava a mesma coisa:
– Ah! Esse não ficou bom! Nossa! Esse ficou pior!
E assim sucessivamente. Cada vez que ela falava que o desenho não ficou bom, jogava o papel fora. E, uma hora de tanto jogar o papel fora viu que tinha uma montanha de papel dentro do lixo.
Então Carol foi até rio e jogou todos os papéis. Com as correntes, o rio levou todos os lixos, assim poluindo a água.
Dias depois, foi visitar seu amigo Marcelo que morava na favela da Rocinha. Eles brincaram, comeram e de repente Marcelo disse:
– Ai! Que dor de barriga, com licença, preciso ir ao banheiro.
Então Marcelo foi fazer uma necessidade sua. Porém, como lá não tinha rede de esgoto, fez sua necessidade que foi pelo mesmo rio que Carol jogou o lixo. Logo no dia seguinte, Marcelo já estava mal da respiração, ligou para a mãe de Carol para ajudá-lo e ela disse:
– Desculpe, não posso ajudar, pois Carol também está mal, tenho que ir, tchau.
Por isso não podemos poluir para não trazer doenças, mal estares, etc.
Matheus Sampaio
A POLUIÇÃO

Num belo dia, numa cidade chamada Cidade Perfeita, mas de perfeita não tinha nada, porque nenhum cidadão lutava para que sua cidade fosse perfeita.
Um dia eu estava passeando de ônibus e vi uma menina jogando um balde de lixo no rio e todos os dias que passava por ali ela estava lá, então um dia parei ali na frente e comecei a fazer amizade com ela.
Disse para ela nunca mais jogar lixo nos rios e pedi para falar com todos os seus amigos e os amigos falarem para os amigos e assim por diante, e então ela me levou para conhecer sua casa e ela disse que tinha um irmão chamado Marcelo e do nada a gente ouviu:
- Fernanda quem é sua amiguinha? - ela respondeu:
- Essa é a Giulia. Ela me ensinou que não podemos mais jogar lixo nos rios
E seu irmão falou:
- Ah é? Pode me dar uma licencinha? Vou ao banheiro, com licença - e eu disse:
- Claro, fique, à vontade que a casa é sua e não minha - Quando ele saiu do banheiro mostrei para eles para onde iam as fezes dele, pedi que colocassem suas máscaras, porque fedia muito. Então continuamos nosso passeio fedido, e já estava muito tarde e me despedi e fui embora.
No dia seguinte, Fernanda disse para mim que seu irmão estava no hospital, então, corremos para lá com flores, chocolates, brinquedos e muitas outras coisas, depois de dois dias o seu irmão estava melhor e sua cidade também.
Descobriram que ele e toda cidade tinham ficado contaminados com tanta sujeira e resolveram que a partir daquele momento todos iriam agir diferente, separando os lixos, plantando mais árvores e cuidando para ter um mundo melhor.

Giulia Mariah

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário